quinta-feira, 2 de junho de 2011

Á vontade

 Eu não sei porque tenho tentado escapar de você, minhas desculpas tem ficado cada vez menos convincentes principalmente quando vens á mim.
 Eu cansei de me fazer de surda ás minhas vontades. A vida é curta demais e não seremos jovens para sempre. Venha, não tem que ser nada importante, só estamos nos divertindo.
 Pense depois, sou só eu e você por enquanto. Pare de analisar, não tem que ser complicado. É a coisa mais simples de todas, é instinto.
 Eu sei que a vida é um jogo de azar, mas para se ganhar algo tem que arriscar perder tudo. Nem que eu perca tudo de novo, eu não sei mais viver no meio.
  Isso de te ver pela metade está me matando por dentro. Tenho medo de te assustar, mas eu te quero inteiro, pois estou completamente com você. A verdade é que eu cansei de me machucar, mas eu não vou mais pensar nisso,  por agora você é o que me basta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também